segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Vamos ao Cume do Aconcagua por R$ 1200,00
mais as suas despesas pessoais !

Contato: (41) 8429-2818
Nosso endereço é:
Rua XV de Novembro, 3261 ,sala 3, Alto da XV

Curitiba-PR-Brasil


www.aconcaguavision.com



video

Objetivo.


Olá, desde 1999 organizo e realizo expedições para esta que é a maior montanha do mundo com exceção do himalaia. Tenho o objetivo de proporcionar a você programas que unam aventura, cultura, natureza e prática de atividades outdoor. Aqui você não será um mero espectador e é por isso que selecionei cuidadosamente roteiros que promovem uma completa integração ao meio ambiente, em cenários deslumbrantes, com muitas belezas naturais.


Reginaldo Schwarzler

Guia Andino.

CONSELHOS SOBRE EQUIPAMENTOS




O melhor modo de se proteger do frio é usar um sistema que consiste em vestimenta em níveis diferentes de roupa que: Expulse a umidade produzida por suor para o exterior Mantenha o ar morno que nosso corpo produz (isolamento). Quebre o vento ou impeça o transcurso de água (impermeabilidade) Usando os vários níveis de roupa nós mantemos o máximo calor no corpo .
Vestir é nada além de um armazém de ar que cerca nossos corpos cuja temperatura interior eleva devido à energia que o corpo radia, regulado pela circulação do sangue naquele momento.
Nós deveríamos anular a idéia que o equipamento nos aqueça por si só, somente retém e isola o calor que nós mesmos criamos .
Roupa interior:
Roupas interiores ou a primeira capa é oque distancia a umidade, nosso suor, do nosso corpo e mantém seco e morno. Para alcançar esta função temos que usar tecidos sintéticos como polypropylene.
Roupa do meio:
Esta segunda capa é posta em cima das roupas interiores e deve ser sintético como os forros polares conhecidos como polartec ou windblock. Eles são fundamentais desde que eles retêm o calor que nosso próprio corpo produz. Estes tecidos são muito leves e retem calor duas vezes mais que a lã.
Roupa de Fora:
Finalmente, nós devemos usar uma capa de proteção para se proteger das adversidades do clima. Uma jaqueta a prova de agua que lhe permite tornar o ar como Goretex. Todos nós sabemos que as extremidades sofrem na maioria das vezes e por isso nós daremos uma olhada em o que é melhor para as mãos, pés, e cabeça.
As mãos:
Para condições de frio extremo, como Aconcagua, nós recomendamos mittens ou luvas muito boas. A melhor coisa para nossas mãos é se manter unido os dedos pois juntos conservam melhor o calor calor. Mittens são melhores por causa da câmara de ar dentro que eles formam, mas é claramente um pouco incômodo fazer qualquer tarefa. O melhor esquema é usar luvas interiores, de polypropylene, combinado com outras, luvas de lã por exemplo, e finalmente, mittens. Deste modo os tres niveis alcançam para nos proteger do resfriado e ao mesmo tempo nós podemos fazer tarefas diferentes.
Os pés:
Deve-se usar meias de material sintético. Muitos materiais existem no mercado, como polypropylene, thermastat, coolmax, etc. Relativo a botas, devemos procurar uma que mantenha nossos pés secos, quentes, confortáveis, e protegidos. Dado as condições extremas do Aconcagua, é necessário e indispensável ter botas duplas de plástico como Koflach entre outras.
A cabeça:
Nós perdemos até 30% de calor do corpo pela cabeça, algo que é fácil de evitar com um chapéu e ou uma balaclava (máscara de esqui de face cheia). Nós não deveríamos esquecer que também é necessário se proteger do sol, para o qual nós precisaremos de um chapéu de sol . Bastões são determinantes na conservação de energia. O tamanho deles deve ser ajustável e eles devem ser usados de tal uma maneira que nossas mãos nunca estejam muito altas. O ângulo de braço-antebraço sempre deve ser mais de 90 graus.
Barracas:
Dado os ventos fortes de Aconcagua, nós devemos usar barracas fortes e resistentes, com varetas de alumínio, e para segurança completa eles devem ter uma saia para fixação. Onde as espigas vão, é aconselhável substituir com pedras grandes porque o solo não é bom para estacas convencionais.
Lista do equipamento "necessário".
Anorak de Goretex
Calças impermeáveis de goretex ( jardineira com fecho para evacuar )
Calças de Moletom ou Polartec
Calças de Polipropileno, pile. soft ou polartek
Polainer
Camisa de polartec
Polartec ou jaqueta de windblok
Camisa interior de polyporpyleno.
Roupa íntima de polypropylene.
Luvas interiores polypropylene de pele
Luvas polares Mittens de goretex ou luvas Balaclava(ski mascaram)
Goho de lã ou Pile
Meias interiores de polypropyleno
Meias de lã
Botas de treeking
Botas duplas para frio extremo Koflach
Oculos com protetor nazal
Muchila 90lts
Muchila 30lts
Saco de dormir –15 graus Celsius
Lanterna de cabeça
Toalha Cordelete ou barbante 10m
Garrafas plasticas de 2L para armazenar agua
Elementos de cozinha :
esponja
sabão
colher
caneca de plastico grande ½ L
panela para cozinhar
comida
Higiene pessoal
desodorante
escova de dentes
manteiga de cacau
papel higienico
creme dental
Fogareiro de benzina
Benzina 4Ls
Barraca para alta montanha
Bastões telescopicos
Piquetas
Crampons
Cantil termico
Fosforos e ou isqueiro
Garrafa termica
Faca de utilidade
Bloqueador solar FP - 15 mínimo).
Chapéu
Farmácia :
algodão
AtaduraBand – aid
Colirio
Comprimido para dor de cabeça, garganta, estomago
Esparadrapo
Luva para Curativos

Expedição ao Cume do Aconcágua












Aconcagua significa sentinela de pedra, uma grande e colossal montanha que está situada no parque provincial de Mendoza a 180 Km a oeste da capital. O parque compreende aproximadamente 71.000 hectares, protegendo um importante setor dos Andes Centrais, que alcançam sua maxima altitude no cerro Aconcagua com 6976 mts. O parque protege grandes glaciares que constituem uma excelente reserva hídrica, tambem com importantes sítios arquiologicos. As rotas de ascesso são as do rio Hercones e do rio Vacas que levam até os acampamentos base, Plaza de Mulas e Plaza Argentina respectivamente.





*Rota do rio Hercones ou Rota Normal
A entrada encontra-se a 2 Km de Puente Del Inca no Comando Central do Parque chamado refugio Hercones.







Esta rota é a mais transitada pois cerca de 80% dos andinistas vão por ela e acabam chegando no acampamento base Plaza de Mulas (4300 mts) e ou Plaza Francia (4200 mts) base da parede sul. Existe também um acampamento intermediário chamado Confluência (3300),muito usado para uma boa aclimatação e encontra-se a 4 horas de caminhada desde Hercones.





*Rota do rio Vacas





Por esta rota vão os andinistas que querem escalar pelo Glaciar de los Polacos. A aproximação até o acampamento base Plaza Argentina (4200 mts) é mais longa, demora tres dias e pelo caminho encontram-se os acampamentos intermediários Pampa de Leñas e Casa de Piedra.





De acordo com o que comentam vários guias internacionais que já escalaram os picos do Himalaia, os quase 7000 metros do Aconcagua equivalem, contando com o esforço físico e psicológico uma escalada de 8000 mts. Isso deve-se as condições climáticas dos Andes Centrais que qualquer nível é mais severo que no Himalaia. A vegetação no Himalaia por exemplo chega até 5000 mts diferente do Aconcagua em que a cobertura vegetal dificilmente passa dos 3400 mts. No Aconcagua a umidade relativa é muito pequena e a porcentagem do oxigênio diminui pela mesma razão. Os ventos geram zonas de baixa pressão que intensificam estes efeitos. O aspécto desértico e a sensação de solidão afetam psicologicamente até o mais experiente alpinista, contribuindo para aumentar a dificuldade da ascensão.





Também deve se considerar que os acampamentos base encontram-se a mais de 4200 m.





A maioria na Europa e nos EUA não tem esta altura, portanto alpinistas Americanos e Europeus não acostumados não dão importancia aos sinais de perigo como edemas de pulmão e mal da alta montanha. Para um alpinista europeu equivale praticamente começar a subir a partir do cume do Mont Blanc.





O parque também possui serviço de guarda-parque que são agentes oficiais com poder policial encarregados em manter o controle ambiental, o ingresso no parque, aplicar multas e expulsar pessoas que não cumpram as normas vigentes, receber denúncias de delitos ou alterações do eco sistema e sugestões.
Fixaremos nosso Campo Base em Plaza de Mulas e durante a aclimatação escalaremos o Cerro Bonete (5.240m).






Voce vai gastar mais ou menos.....

1) Transporte até Mendoza - U$ 250,00 ( rodoviario ) U$ 800,00 ( aéreo )
2) Alimentação e hospedagem em Mendoza - U$ 20,00
3) Transporte Mendoza - Puente del Incas - U$ 10,00
4) Hospedagem e alimentação em P. del Incas - U$ 20,00
5) Locação de Mulas - U$ 120,00
6) Alimentação na expedição - U$ 200,00
7) Locação de equipamentos - U$ 500 ( para quem nada tem )
8) Hospedagem em Refúgio Plaza de Mulas - U$ 100,00
9) Permissão de entrada no parque - U$ 150,00 a U$ 300,00
10) Guia - R$ 500,00

O guia auxiliará em todos estes tramites .

Trekking ao Campo Base do Aconcágua – Plaza de Mulas




O trekking ao Campo Base torna acessível o mundo da alta montanha às pessoas que não tem pretensão em chegar ao cume ou se preparam para tentá-lo no futuro. O trekking nos levará a Plaza de Mulas (4300m), o Acampamento Base da montanha. Plaza de Mulas é um universo à parte, cheia de barracas e alpinistas de todas as partes do mundo se preparando para escalar, rodeada por uma massa inacreditável de pedra e gelo. O trekking é composto por um guia brasileiro acompanhante. É possível, (não obrigatório) subirmos para o Cerro Bonete (5.240m).


Voce vai gastar mais ou menos...

1) Transporte até Mendoza - U$ 250,00 ( rodoviario ) U$ 800,00 ( aéreo )
2) Alimentação e hospedagem em Mendoza - U$ 20,00
3) Transporte Mendoza - Puente del Incas - U$ 10,00
4) Hospedagem e alimentação em P. del Incas - U$ 20,00
5) Locação de Mulas - U$ 120,00
6) Alimentação na expedição - U$ 200,00
7) Locação de equipamentos - U$ 500 ( para quem nada tem )
8) Hospedagem em Refúgio Plaza de Mulas - U$ 100,00
9) Permissão de entrada no parque - U$ 150,00 a U$ 300,00
10) Guia - R$ 500,00

Trekking ao Campo Base Plaza Francia



O trekking ao Campo Base Plaza Francia torna acessível o mundo da alta montanha às pessoas que não tem pretensão em chegar ao cume pela parede SUL ou se preparam para tentá-lo no futuro. O trekking nos levará a Plaza Francia (4300m), o Acampamento Base da Parede Sul do Aconcagua. Plaza Francia possui um visual imponente, deslumbrante e bizarro pois atravez de binóculos e possivel ver corpos de alpinistas presos a anos no imenso paredão. Destaca-se sobre tudo a parede Sul e suas vias de ascesso ao cume.

O custo é o mesmo de ir até Plaza de Mulas.


Trekkiing ao Campo Base do Aconcágua – Plaza Argentina





O Aconcágua, 6.969m, situado na Argentina, é a montanha mais alta do planeta situada fora do Himalaia. Montanha desejada por muitos, exerce fascínio pela sua altura e por suas histórias. O trekking ao Campo Base Plaza Argentina torna acessível o mundo da alta montanha às pessoas que não tem pretensão em chegar ao cume ou se preparam para tentá-lo no futuro. O trekking nos levará a 4300m. Plaza Argentina é um campo base para o alpinista que queira chegar ao cume pela via Los Polacos onde exige-se escalada técnica em gelo.